Retorno mais rápido à atividade após lesões ligamentares do tornozelo

Uma órtese para todas as três fases do processo de cicatrização

Quedas e torções do tornozelo, frequentes na prática esportiva, podem causar lesões ligamentares. Antes, era inevitável a cirurgia seguida de uma imobilização durante várias semanas em muitos casos. Com as órteses modernas, como a órtese multifuncional Malleo TriStep, frequentemente não há a necessidade de operar. A movimentação do pé e o suporte de carga também podem ser obtidos mais rapidamente. Além disso, a estrutura da órtese multifuncional Malleo TriStep permite sua adaptação às três fases diferentes do processo de cicatrização. Após a lesão aguda, o tornozelo é sujeito a uma estabilização específica. Posteriormente, o pé pode ser acostumado de forma gradativa aos movimentos. Tudo isso obtido com uma órtese apenas, que pode ser adaptada à respectiva fase através de ajustes simples.

A Malleo TriStep foi desenvolvida em cooperação com renomados especialistas em Ortopedia, médicos do esporte, biomecânicos, fisioterapeutas e técnicos ortopédicos.

Footshell

The footshell immobilises the foot and provides stability in critical phases, such as during sleep or in the acute phase.

Stabilisation strap

The stabilisation strap holds the foot in a neutral position (90°).



Um resumo dos benefícios

Manuseio fácil

Sob a orientação do seu médico, os elementos funcionais e estabilizadores individuais da órtese podem ser removidos facilmente ao longo das três fases. Isto oferece um suporte mais individual e diferenciado nos diferentes estágios do processo de cicatrização.

Treinamento específico

O programa de exercícios Malleo Move especialmente desenvolvido dá um suporte específico ao processo de cicatrização ligamentar. Os exercícios foram elaborados sob medida para as três fases da cicatrização. Você pode fazê-los facilmente em casa, porém somente sob a orientação do seu médico.

Imobilização (fase I)

A Malleo TriStep imobiliza o pé na fase de inflamação aguda (0 ao 4.º dia, até no máx. 14.º dia). O objetivo é aliviar a dor e reduzir o inchaço do pé. Nesta fase, você precisa elevar o pé e resfriá-lo com gelo. Seu médico lhe dará orientações detalhadas. Durante esse período, você usa a Malleo TriStep com a tira de estabilização e a concha de pé. Durante o dia, ela pode ser usada com um sapato baixo que permite uma abertura grande.

Estabilização (fase II)

Na fase de neoformação tecidual (4.º ao 28.º dia), você não precisa usar a concha de pé durante o dia. O objetivo é continuar a estabilização do pé e começar a mobilizá-lo aos poucos. Você continua a usar a concha de pé à noite para impedir uma rotação interna do pé quando estiver deitado de costas ou de lado. Isto evita que os ligamentos se rompam novamente durante a noite.

Suporte (fase III)

A fase de maturação tecidual inicia por volta do 29.º dia, de forma que você pode usar a Malleo TriStep sem a tira de estabilização e a concha de pé, dependendo da indicação. O objetivo é melhorar a estabilidade e a mobilidade, bem como a coordenação e o equilíbrio. Após o fim dessa fase, você pode continuar a usar a órtese para evitar novas lesões dos ligamentos do tornozelo.

Programa de exercícios Malleo Move

O programa de exercícios Malleo Move foi especialmente desenvolvido para dar suporte ao processo de cicatrização após uma lesão ligamentar. Os exercícios fornecidos são práticos, podem ser feitos facilmente em casa e são específicos para as três fases da cicatrização. Dependendo da fase, você exercitará o equilíbrio ou fará um treinamento de força específico.

Em todos os casos, é importante consultar seu médico antes de iniciar esses exercícios. Você deve saber a fase de cicatrização em que está e perguntar com que intensidade você pode exercitar o pé e se está executando os exercícios corretamente.

Você encontrará o programa de exercícios em nossa área de download nas informações para usuários.

Indicações

  • Lesões agudas do tornozelo
  • Instabilidade aguda e crônica do ligamento capsular
  • Doenças articulares inflamatórias
  • Desordem degenerativa do tornozelo
  • Reabilitação após cirurgia no tornozelo
  • Ruptura do ligamento medial

Download

Perguntas mais frequentes